EUA “não permitirão” que a China isole Taiwan, diz Nancy Pelosi

Compartilhe

A presidente da Câmara dos Deputados dos Estados Unidos, Nancy Pelosi, assegurou esta sexta-feira em conferência de imprensa realizada na Embaixada dos Estados Unidos em Tóquio (Japão) que o seu país não permitirá que a China isole Taiwan, noticiam os meios de comunicação locais .

“Os chineses tentaram isolar Taiwan mantendo-os afastados da Organização Mundial da Saúde recentemente”, disse ele, referindo-se à pressão de Pequim para impedir que os representantes da ilha participassem da assembléia anual da OMS no mês passado.

A esse respeito, Pelosi disse que eles podem tentar impedir que as autoridades taiwanesas visitem outros lugares ou participem de certos eventos, mas não isolarão Taipei impedindo que os políticos dos EUA viajem para lá.

“É um dos países mais livres do mundo”, continuou Pelosi, que descreveu sua visita à ilha como uma celebração da democracia de Taiwan, seu sucesso econômico.

Reunião com o primeiro-ministro japonês

Por outro lado, embora admitindo a necessidade de Washington e Pequim colaborarem em questões globais, como a crise climática, a política dos EUA enfatizou a natureza crucial de abordar os problemas de direitos humanos na China, citando a questão dos uigures .

Durante sua visita ao Japão, que encerra sua turnê pela região Ásia-Pacífico, Pelosi se reuniu com o primeiro-ministro japonês Fumio Kishida, com quem falou, entre outros assuntos, sobre a necessidade de suas nações continuarem cooperando para preservar a paz e a estabilidade na o Estreito de Taiwan.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.