Forças ucranianas não têm armas ” pesadas” suficientes para derrotar a Rússia em Mariupol, diz Zelensky

Compartilhe

O presidente ucraniano, Volodymyr Zelensky, disse na quarta-feira que as forças do país não têm armas “sérias e pesadas” suficientes para derrotar o exército russo na cidade portuária de Mariupol, no sudeste do país.  

Ele delineou duas possíveis maneiras de acabar com o impasse na cidade: “Primeiro, envolve armas sérias e pesadas […] no momento não temos armas suficientes para libertar Mariupol. O segundo caminho é diplomático. Até agora, a Rússia não concordou com isso.” “Não sabemos quando podemos desbloquear Mariupol. E digo isso abertamente, que todos os meninos de Mariupol querem nossa vitória, querem uma cidade livre, nenhum deles vai se render ao inimigo. Este é o sentimento interno deles, é isso que eles são”, acrescentou, falando ao lado do presidente do Conselho Europeu, Charles Michel, em Kiev.

Zelensky também disse que os “poucos milhares” de civis ucranianos que fugiram da cidade sitiada de Mariupol através de corredores de evacuação para territórios ocupados russos não são conhecidos atualmente. 

Milhares de civis deixaram Mariupol com sucesso por corredores acordados com a Rússia, mas “infelizmente alguns milhares de civis foram para os territórios ocupados russos e não sabemos o destino desses milhares de pessoas”, acrescentou.  

A Ucrânia está “pronta para qualquer formato de troca de nosso povo pelas tropas russas que deixaram para trás, os corpos e os feridos que abandonaram aqui”, disse ele. 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.