Guerra da Rússia na Ucrânia tem pelo menos 1.430 civis mortos, números devem aumentar, diz ONU

Compartilhe

A Organização das Nações Unidas (ONU) confirmou nesta segunda-feira mais de 3.500 pessoas mortas ou feridas desde o início da invasão russa da Ucrânia em 24 de fevereiro.

Esse número provavelmente é apenas a ponta do iceberg, já que o grupo não conseguiu obter acesso a áreas de combate intenso.

O Escritório do Alto Comissariado das Nações Unidas para os Direitos Humanos (ACNUDH) confirmou oficialmente que 1.430 civis foram mortos e 2.097 feridos desde o início da invasão russa, com 121 crianças entre os mortos. O escritório disse que armas explosivas – artilharia pesada, mísseis e ataques aéreos – causaram a maioria das mortes.

O ACNUDH advertiu que isso provavelmente era apenas o começo. Intensas hostilidades em áreas de todo o país, especialmente nas regiões orientais de Donestsk e Luhansk, impediram a confirmação independente. A confirmação está sendo solicitada em Mariupol, Izium, Popsana e Irpin.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.