Igreja Ortodoxa Russa repreende Papa Francisco por comentário sobre “coroinha de Putin”

Compartilhe

A Igreja Ortodoxa Russa repreendeu o Papa Francisco por instar o Patriarca Kirill a não se tornar o “menino do altar” do Kremlin, advertindo o Vaticano de que tais comentários prejudicariam o diálogo entre as Igrejas.

A Igreja Ortodoxa Russa disse ser lamentável que um mês e meio depois de Francisco e Kirill, que deu seu apoio à guerra na Ucrânia, terem falado diretamente, o papa tenha adotado tal tom.

“O Papa Francisco escolheu um tom incorreto para transmitir o conteúdo desta conversa”, disse o Patriarcado de Moscou, embora não tenha mencionado explicitamente o comentário do “altar” feito pelo chefe da Igreja Católica na terça-feira.

Kirill, 75, é um aliado próximo de Putin.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.