Legislador pede a construção do ‘Terceiro Templo’ em Israel bem no dia da independência

Compartilhe

Na quinta-feira, o membro do Knesset Itamar Ben-Gvir (Poder Judaico) entrou no Monte do Templo no 74º Dia da Independência de Israel. Durante sua visita, Ben-Gvir disse : “Chegou a hora de construir uma sinagoga judaica no Monte do Templo”.

A construção do Terceiro Templo é um mandamento que incumbe ao povo judeu, conforme escrito no Livro do Êxodo:

Antes de subir o Monte, Ben Gvir enfatizou a importância de visitar o Monte do Templo, escrevendo : “Os judeus que sobem ao Monte do Templo hoje provam que o Hamas é uma organização de levianos que facilmente se renderão. No 74º Dia da Independência de Israel, é importante que os funcionários do governo se lembrem de que somos uma nação independente”.

Israel impediu qualquer esforço para construir um templo no local sagrado por medo da reação árabe. Em vez disso, os peregrinos judeus que visitam o monte são forçados a se contentar com a oração silenciosa, um ato recentemente permitido pela polícia estacionada lá.

Ben Gvir estava entre os MKs mais controversos que causaram uma tempestade quando decidiu mudar sua sede para o bairro de Shimon Hatzadik, em Jerusalém, ocupado pelos árabes.

Ben Gvir pediu controle israelense total sobre o local sagrado no passado. Em seu  discurso de abertura  no Knesset, Ben Gvir lamentou a hesitação do governo israelense em afirmar a plena soberania sobre Jerusalém e, mais especificamente, sobre o Monte do Templo, dizendo: “Vou agir para garantir que o controle israelense retorne a Jerusalém e ao Monte do Templo. especificamente.”

Em 2019, Ben-Gvir e seu partido Otzma Yehudit saíram em apoio à construção do Terceiro Templo em uma entrevista exclusiva ao Israel365 News. No entanto, esta foi a primeira vez que ele declarou publicamente no topo do Monte do Templo.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.