Marte tem uma estranha cratera semelhante a um olho humano

Compartilhe

A missão de exploração Mars Express, da Agência Espacial Europeia (ESA, na sigla em inglês),  capturou em Marte a imagem de uma cratera com a forma de um olho aberto e uma largura de 30 quilómetros, informou a instituição na passada quarta-feira.

A feição geográfica, sem nome até agora, está localizada na região marciana conhecida como Aonia Terra, uma área montanhosa no sul do planeta. Está localizado em uma paisagem de canais sinuosos que, por suas formas rachadas, evocam as veias do olho humano e poderiam ter transportado água pela superfície há cerca de 3.500 a 4.000 milhões de anos.

Graças à degradação de cor em que a ESA decompôs a imagem, tirada em 25 de abril, pode-se ver que esses canais parecem estar parcialmente preenchidos com material escuro, e também pode ser visto como alguns deles estão elevados acima do ambiente circundante. terra. Como possíveis explicações, a agência observou que talvez sedimentos resistentes à erosão tenham se depositado no fundo dos canais à medida que a água fluía por eles, ou os canais se encheram de lava mais tarde na história de Marte.

A imagem revelou muitas cores diferentes na superfície ao redor do relevo, sugerindo que esta região do Planeta Vermelho é composta por uma variedade de materiais.

Cratera em forma de olho humanoESA/DLR/FU Berlim

Perto da paisagem mostrada na imagem está a cratera Lowell, com 200 quilômetros de largura, que se formou há 4.000 bilhões de anos, em um período em que um grande número de asteroides colidiu com os planetas rochosos. 

A Mars Express orbita Marte desde 2003, imaginando sua superfície, mapeando seus minerais, identificando a composição e circulação de sua fina atmosfera, sondando sob sua crosta e explorando como vários fenômenos no ambiente marciano interagem.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.