Ministro da Justiça Anderson Torres nega ter informado Bolsonaro de operações da PF

Compartilhe

O ministro da Justiça e Segurança Pública, Anderson Torres, usou as redes sociais neste domingo (26/06) para se defender das especulações que o apontam como a peça central do possível vazamento de informações da operação da Polícia Federal (PF) que prendeu o ex-ministro da Educação Milton Ribeiro. 

Os dois estiveram na Cúpula das Américas, em Los Angeles, entre os dias 9 e 10 de junho.

Segundo conversa interceptada pela Polícia Federal, no dia 9, o ex-ministro da Educação Milton Ribeiro – que chegou a ser preso na semana passada – relatou a uma filha que Jair Bolsonaro estava com o “pressentimento” de que ele poderia ser alvo de busca a apreensão e usado para atingir o presidente.

“Diante de tanta especulação sobre minha viagem com o Presidente Bolsonaro para os EUA, asseguro CATEGORICAMENTE que, em momento algum, tratamos de operações da PF. Absolutamente nada disso foi pauta de qualquer conversa nossa, na referida viagem”, afirmou Anderson Torres.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.