Na Bahia, Bolsonaro elogia PEC das Bondades e crítica governadores do Nordeste

Compartilhe

O presidente Jair Bolsonaro (PL) comemorou a aprovação da PEC das Bondades e aproveitou para alfinetar governadores do Nordeste por resistirem à redução do ICMS sobre os combustíveis.

A PEC  foi aprovada na quinta-feira (30) por ampla maioria dos senadores — apenas José Serra (PSDB-SP) votou contra a proposta. O texto eleva os gastos fora do teto de gastos em R$ 41 bilhões e fornece aumento no Auxílio Brasil em R$ 200, além de criar um voucher para caminhoneiros e taxistas.

A medida, segundo o presidente, irá beneficiar as categorias impactadas pela alta dos preços dos combustíveis. Bolsonaro ainda relembrou o projeto de lei que limitou a alíquota de ICMS sobre os combustíveis em 17% e pediu reconhecimento pela aprovação da proposta.

“Eu perguntaria a vocês: estão gostando da baixa dos combustíveis? Há pouco me culpavam pelo aumento. Quando baixa, muito se calam”, afirmou.

O presidente ainda criticou os governadores do Nordeste que entraram no Supremo Tribunal Federal (STF) para evitar a redução do imposto. Para Bolsonaro, os governos querem “extorquir o contribuinte”.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.