NASA afirma que “algo estranho” está acontecendo com o universo

Compartilhe

A NASA garantiu que os dados do Telescópio Espacial Hubble mostram que “algo estranho está acontecendo” no universo, de acordo com um comunicado publicado na última quinta-feira em seu site.

Segundo a agência espacial norte-americana, a busca pela taxa de expansão do universo começou na década de 1920 com os astrônomos Edwin Hubble e Georges Lemaitre, o que levou em 1998 à descoberta da “energia escura”, uma misteriosa força de repulsão que acelera a expansão do cosmos.

Da agência, eles indicam que, embora a causa dessa discordância permaneça um mistério , as informações do Hubble apóiam a ideia de que “algo estranho está acontecendo, possivelmente relacionado à nova física”.

Adam Riess, membro do Instituto de Ciências do Telescópio Espacial da Universidade Johns Hopkins e ganhador do Prêmio Nobel de Física, explicou que uma equipe de pesquisadores que ele lidera analisou 42 dos marcadores de supernova registrados pelo Hubble nas últimas quatro décadas.

lançar nova luz

Foi assim que eles determinaram que a taxa de expansão do cosmos é de 73 quilômetros por segundo por megaparsec (km/s por Mpc), ou seja, está se expandindo mais rápido do que o previsto anteriormente pelos especialistas (67,5 km/s por Mpc). ).

Nesse sentido, Riess explicou que, devido ao grande tamanho da amostra do Hubble , há apenas uma chance em um milhão de que os astrônomos estejam errados, um limite comum para levar a sério um problema de física.

No momento, os especialistas não encontram uma explicação para a desconexão entre a taxa de expansão do universo local versus o universo inicial. Os astrônomos esperam que o novo Telescópio Espacial James Webb possa esclarecer essa questão no futuro

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.