Novas chuvas provocam alagamentos e deslizamento em Recife

Compartilhe

Chuvas voltaram a causar alagamentos no Grande Recife, neste sábado (4), uma semana após os fortes temporais que deixaram 128 mortos. Também ocorreram deslizamento de barreira e queda de pontilhão. Não houve registro de vítimas

Segundo o Corpo de Bombeiros, uma barreira caiu no Córrego do Boleiro, no bairro em Nova Descoberta, na Zona Norte da capital, perto da Escola Poeta.

Equipes foram até o local e constaram que uma casa tinha sido atingida pelo deslizamento. A área foi isolada pelos bombeiros, que acionaram a Defesa Civil.

O Córrego do Boleiro foi local de uma tragédia, em abril de 1996, quando 12 pessoas morreram após o deslizamento de barreiras e um cano da Compesa ter estourado.

Um pontilhão caiu na Rua Erundina Negreiro de Araújo, no Córrego do Jenipapo, no Recife, onde a água subiu muito neste sábado.

Chuva alagou avenida na Guabiraba, na Zona Norte do Recife, neste sábado (4) — Foto: Reprodução/WhatsApp

No Bairro de Dois Irmãos, na Zona Norte da Capital, a água já entrou em algumas casas. “O prefeito mora aqui pertinho. Vizinho, venha nos socorrer”, diz no vídeo uma moradora, que afirma estar ilhada em casa.

Em Piedade, no município de Jaboatão dos Guararapes, um fluxo intenso de carros tentou passar pelo alagamento na Avenida Ayrson Senna.

Além da água, muito lixo também foi levado para o meio da rua na Rua Dalva de Oliveira, entre Beberibe e o Porto da Madeira, no Recife.

Em Boa Viagem, na Zona Sul da Capital, motoristas trafegam pela via tomada de água no trecho em frente ao Parque Dona Lindu.

Os alagamentos também foram registrados na Avenida Vereador Otacílio de Azevedo, no bairro da Guabiraba, no Recife.

Segundo a Apac (Agência Pernambucana de Águas e Clima), nas 12 primeiras horas deste sábado, choveu 74 milímetros no Córrego do Jenipapo, no Recife; 71 milímetros em Bonsucesso, em Olinda; e 56 milímetros em Tabajara, também em Olinda.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.