Polônia compara conversas de Macron com Putin a negociações ‘com Hitler’

Compartilhe

O primeiro-ministro polonês Mateusz Morawiecki comparou as discussões do presidente francês com Vladimir Putin a uma negociação “com Hitler” e pediu uma investigação internacional sobre o “genocídio” na Ucrânia. 

“Esses massacres sangrentos cometidos por russos, por soldados russos, merecem ser chamados pelo que são. Isso é genocídio e deve ser julgado”, disse Morawiecki a repórteres.

“É por isso que estamos propondo uma comissão internacional para investigar esse crime de genocídio.

Tal comissão “é essencial se quisermos descobrir a verdade sobre a extensão dos crimes fascistas russos”.

Morawiecki também pediu novas sanções ocidentais contra a Rússia e comparou o presidente russo, Vladimir Putin, a ditadores do passado.

“São necessárias sanções claras e determinadas. Essas sanções não estão funcionando”, disse Morawiecki.

Ele também se dirigiu ao presidente francês Emmanuel Macron dizendo: “Quantas vezes você negociou com Putin e o que você conseguiu? Nós não discutimos, não negociamos com criminosos. Os criminosos devem ser combatidos”.

“Ninguém negociou com Hitler. Você negociaria com Hitler, com Stalin, com Pol Pot?”

Dirigindo-se ao chanceler alemão Olaf Scholz, Morawiecki disse: “Não são as vozes dos líderes empresariais alemães, dos bilionários alemães que provavelmente estão impedindo você de agir, que deveriam ser ouvidas em Berlim hoje, mas as vozes de mulheres e crianças inocentes”.

Dezenas de corpos foram encontrados em valas comuns ou espalhadas pelas ruas de cidades anteriormente ocupadas por forças russas perto da capital Kiev no fim de semana.

O presidente ucraniano Volodymyr Zelensky acusou a Rússia de cometer genocídio.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.