Presidente Bolsonaro convida líderes estrangeiros para o desfile de 7 de Setembro

Compartilhe

Jair Bolsonaro (PL) fez um convite aos chefes de Estado dos países de língua portuguesa para o desfile de 7 de Setembro, em Brasília. A informação foi confirmada pelo Itamaraty. Entre os convidados, estão os presidentes Marcelo Rebelo de Sousa (Portugal), João Lourenço (Angola), José Maria Neves (Cabo Verde), Umaro Sissoco Embaló (Guiné-Bissau), Filipe Nyusi (Moçambique), Carlos Vila Nova (São Tomé e Príncipe) e José Ramos-Horta (Timor-Leste). Destes, o líder português já anunciou que pretende comparecer.

De acordo com o Ministério, estes foram os únicos convidados internacionais para comemorar a data até o momento. Em 2022, o Brasil completa 200 anos da Independência. A estimativa é que cerca de 4.500 militares participarão do desfile na Esplanada dos Ministérios, número similar aos anos anteriores.

Também haverá um desfile militar em Copacabana, no Rio de Janeiro. Bolsonaro anunciou a celebração durante a convenção do Republicanos, no último sábado (30).

O partido lançou o ex-ministro Tarcísio de Freitas ao governo de São Paulo e declarou apoio à reeleição do presidente. “Sei que vocês [paulistas] queriam [que o ato fosse] aqui [em SP]. Queremos inovar no Rio. Pela 1ª vez, as nossas Forças Armadas e a as forças auxiliares estarão desfilando na praia de Copacabana”, disse Bolsonaro.

Na convenção do PL, em 24 de julho, o chefe do Executivo convocou a população a ir às ruas “pela última vez” no Dia da Independência. Ele participará das celebrações em Brasília, pela manhã, e no Rio, à tarde. No ano passado, Bolsonaro organizou atos políticos na capital federal e em São Paulo. Por causa da pandemia, o desfile oficial não foi realizado.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.