Presidente Bolsonaro critica decisão de Fachin sobre linguagem neutra: ‘O que ele tem na cabeça?’

Compartilhe

O  presidente Jair Bolsonaro (PL) criticou a decisão do  ministro Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal (STF) que suspendeu uma lei de Rondônia que proibia o uso de linguagem neutra e ensino de novas expressões nas escolas.

Desde o ano passado, o mandatário vem criticando o uso da linguagem neutra. Segundo ele, durante conversa com apoiadores no Palácio da Alvorada no início de dezembro de 2021, a variação linguística “estimula a moleca a se interessar por essa coisa”.

Em entrevista à Jovem Pan News exibida nesta segunda-feira (10), Bolsonaro diz: “Você vê: linguagem neutra. O que que leva a isso? O nosso português já é uma língua difícil. Imagina como vai se manifestar lá fora perante o mundo. Se eu não me engano, Santa Catarina tem uma lei lá que foi sancionada pelo governador proibindo a linguagem neutra. O que o ministro Fachin fez? Deu uma liminar contra essa lei que estava lá proibindo a linguagem neutra”.

A suspensão da proibição do uso da linguagem inclusiva dada por Fachin ocorreu em novembro de 2021. O ministro destacou durante seu voto que, “a pretexto de valorizar a norma culta da língua, a lei configura ofensa à Constituição”. Segundo ele, cabe somente à União legislar sobre a matéria. 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.