Presidente Bolsonaro nega ter pedido ajuda a Joe Biden para vencer Lula nas eleições

Compartilhe

O presidente Jair Bolsonaro, negou nesta segunda-feira que tenha pedido ajuda ao seu colega norte-americano, Joe Biden, para derrotar o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva nas eleições presidenciais de outubro. 

“Não existe isso. Teve uma reunião que eles chamam de reunião bilateral estendida, no total cerca de 20 pessoas estiveram presentes, foram 30 minutos de conversa, e aí eu pedi uma reservada com Joe Biden”, disse o ativista. direitista comentou em entrevista à rádio CBN em Recife.

Bolsonaro se encontrou com Biden na semana passada em Los Angeles aproveitando a Cúpula das Américas.

Segundo a Bloomberg  , que cita fontes a par do assunto, Bolsonaro pediu ajuda a Biden em sua candidatura à reeleição

“O que a gente trata lá é reservado. Cada um pode falar o que quiser, porém, não cita fontes. ‘Segundo tal pessoa…'”, disse Bolsonaro durante entrevista à CBN, e qualificou tais informações como “especulação”. “.

Primeiro encontro

Durante o encontro, o primeiro entre os líderes, Biden destacou que o Brasil é uma “democracia vibrante e inclusiva” com  “instituições eleitorais fortes”. 

Até agora, Bolsonaro mantinha uma relação distante com Biden, e nas eleições americanas de 2020 declarou abertamente seu apoio a Donald Trump , que acabou perdendo as eleições. De sua parte, durante a campanha presidencial, Biden  argumentou  que, se o Brasil não acabasse com o desmatamento na Amazônia, enfrentaria “consequências econômicas significativas”, o que incomodava Bolsonaro.

Durante seu discurso na sexta-feira, no âmbito da Cúpula das Américas, a extrema-direita disse estar “surpresa” com o americano e considerou o encontro entre os dois  “fantástico”.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.