Putin da Rússia assina decreto sobre novas sanções de retaliação

Compartilhe

O presidente da Rússia aprovou novas sanções econômicas de retaliação em resposta às “ações hostis de certos estados estrangeiros e organizações internacionais”, diz o Kremlin.

De acordo com o decreto, Moscou proibirá a exportação de produtos e matérias-primas para entidades de estados que impuseram sanções à Rússia.

O decreto também proíbe transações com indivíduos e empresas estrangeiras atingidas pelas sanções de retaliação da Rússia e permite que as contrapartes russas não cumpram suas obrigações para com elas.

O documento não fornece detalhes sobre quais indivíduos ou entidades podem ser afetados pelas medidas.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.