Putin sobe o tom e diz que os EUA, e a União Europeia são culpados em caso de fome mundial

Compartilhe

A má gestão ocidental da economia global e a dependência da impressão de dinheiro para sugar bens de países mais fracos são a verdadeira causa da inflação e da crise alimentar, disse o presidente russo, Vladimir Putin, nesta sexta-feira, durante um discurso.

Falando no Fórum Econômico Internacional de São Petersburgo (SPIEF), o líder russo acusou os líderes ocidentais de causar uma crise global, que pode expor centenas de milhares de pessoas vulneráveis ​​ao risco de desnutrição.

“O aumento contínuo de preços, inflação, problemas com alimentos e combustíveis, gás e energia em geral são resultado de erros sistêmicos na política econômica do atual governo dos EUA e da burocracia europeia”, disse Putin.

As nações ocidentais imprimiam grandes somas de dinheiro para estimular suas economias e as usavam para comprar mercadorias em países estrangeiros.

“Eles praticamente aspiraram, varreram os mercados globais. Naturalmente, ninguém se importou em pensar no interesse de outras nações, incluindo as mais pobres”, disse Putin. “Aqueles ficaram com sucatas, a preços astronômicos.”

A crise alimentar, em particular, foi exacerbada pelas sanções ocidentais contra a Rússia e a Bielorrússia, que criaram obstáculos para a exportação de fertilizantes, disse Putin.

“A escassez de fertilizantes leva à perda de produtividade das culturas, o que significa que o risco de falta de oferta no mercado mundial aumentará. Os preços vão subir ainda mais, o que representa uma ameaça de fome, em primeiro lugar nas nações mais pobres” , disse ele. A fome iminente estará na consciência das pessoas em Washington e Bruxelas, enfatizou Putin.

O presidente russo ridicularizou a ideia de que a inflação era “a alta de preços de Putin”, como o governo dos EUA a rotulou. A noção pode ser lisonjeira para o ego, mas não tem nada a ver com a realidade, explicou.

“Esse problema não surgiu hoje ou nos últimos três ou quatro meses. E certamente não é culpa da Rússia, ao contrário do que dizem alguns demagogos, tentar culpar nossa nação por tudo o que acontece na economia mundial” , disse.

Os culpados são aqueles que “dependem do mecanismo de emissão financeira para comprar, arrastam em sua direção as cadeias de suprimentos”, desconsiderando os danos que isso pode causar a outros, disse Putin.

“Em essência, é a mesma política colonial predatória. Mas, claro, existe em uma nova forma, uma nova edição, mais refinada e perspicaz” , sugeriu.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.