Recuo estratégico ou Bolsonaro “arregou”?

Compartilhe

Quem foi em Brasília esperando guerra, foi surpreendido negativamente após o discurso morno do presidente no dia 07 de setembro e ontem teve mais um banho de água fria após a carta do presidente à nação brasileira. Mas o que há por trás disso, se antes do feriado Bolsonaro era um leão?

Tudo faz parte do jogo político e sua carta que é vista como um pedido de desculpas faz parte da estratégia. Tem muitas coisas em jogo e nos próximos dias veremos os desdobramentos dessas negociações. O que precisamos fazer, nesse primeiro momento, é manter esse exercito de apoiadores nas ruas e redes sociais em união a favor da direita, não em favor de um nome (Bolsonaro). Com foco em apenas um único ideal: salvar o nosso país.

Quem já viu as notícias de hoje? Zé Trovão já publicou vídeo falando de movimentação bolsonarista para liberação dos presos políticos. O que é um ponto positivo do manifesto do dia 07 de setembro, além do manifesto dos caminhoneiros.

De acordo com uma fonte do MDB, o posicionamento de hoje do Bolsonaro integra um acordo que já vinha sendo construído nas últimas três semanas entre Ciro Nogueira, Gilmar Mendes, Arthur Lira e Rodrigo Pacheco. Com a forte adesão popular, Bolsonaro buscou solidificar esse acordo.

E consiste no seguinte:

– Ação no STF que pede derrubada dos decretos de armas será rejeitado;

– Inquérito dos atos antidemocráticos será assumido pela PGR;

– Nova regulamentação em torno da raposa Serra do Sol;

A nível legislativo, a negociação incluiu:

– Emenda Constitucional para regulamentar um ponto da CF para o STF só carimbar em torno de ações que sejam constitucionais ou inconstitucionais, o resto é de autonomia do Legislativo ou até mesmo de instâncias inferiores do Judiciário;

– ICMS fixo;

– Aprovação do Auxílio Brasil;

– Solução dos precatórios;

– Aprovação de Mendonça pro STF.

E a nível político:

A participação do Michel Temer foi para o Bolsonaro avalizar no ano que vem a candidatura do Temer para deputado federal e ele presidir a Câmara após o biênio do Lira. Foi isso costurado hoje e negociado ao longo das últimas três semanas. Se serão cumpridos, não sabemos.

O sistema financeiro também reagiu positivamente devido a essa carta aberta do Bolsonaro. O mercado subiu mais de 4mil pontos em 10 minutos, dois candles de mais de 2mil pontos.

Coube ao Bolsonaro esvaziar as manifestações dos caminhoneiros, evitar desabastecimentos e dar andamento aos planos econômicos para reduzir inflação e afins.

O filho do presidente postou em sua página:

Bolsonaro governa em um campo minado e qualquer descuido pode ser fatal, mas o capitão é experiente, além de estrategista. Sabe jogar o jogo sujo dos corruptos de Brasília com cautela e inteligência, para enfim levar nossa nação ao rumo certo.

A palavra da vez é resiliência. Petistas não abandonaram Lula após todos os roubos, mas na primeira mentira dos canais sensacionalistas como Globo e CNN, milhares de bolsonaristas já querem abandonar do barco.

Precisamos ter paciência, pois uma guerra é sempre difícil. Quem desiste antes do final é fraco. Não empurre o capitão na frente achando que ele tem que resolver os problemas de uma centena de anos que se arrastam no país, porque estamos ávidos por uma solução rápida. Não podemos esquecer que ele já tomou facada e sofre todo tipo de humilhação e injustiças. Desfazer-se dele neste momento é uma ingratidão enorme além de injusto. Ele tem se colocado à frente de tudo para nos proteger, prova disso é o quanto ele envelheceu desde que assumiu a presidência. A cruz é muito pesada, mas seria para qualquer um de nós, então resta-nos manter a fé em Deus e esperar. Nunca desistir.

Pareça fraco quando está forte, e... Sun Tzu - Pensador

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.