RJ registra 9 casos de varíola dos macacos

Compartilhe

A Secretaria estadual de Saúde (SES) confirmou novos caos da varíola do macaco. Como mostrou o RJ2 nesta quinta-feira (30), agora são nove confirmações.

Veja abaixo onde houve os registros:

  • 7 pacientes na capital;
  • 1 em Maricá (Região dos Lagos)
  • 1 em Nova Iguaçu (Baixada Fluminense)

Além desses, outros sete casos suspeitos são investigados pela SES e 19 foram descartados.

No total, foram notificados 35 casos no RJ.

Transmissão local e cuidados

Estado e Município do Rio já confirmaram a transmissão local da doença.

As principais formas de transmissão da varíola dos macacos são por contato próximo, íntimo, com uma pessoa infectada e com lesões de pele.

Pode ser por um abraço, beijo, relações sexuais ou secreções respiratórias. Por ora, esse vírus não é transmissível pelo ar, como a Covid.

A contaminação também pode ocorrer por contato com materiais infectados, como roupas e roupas de cama que foram utilizadas pelo doente.

Autoridades de saúde dizem que, apesar de a doença ter sido identificada pela primeira vez em macacos, o surto atual não tem relação com os animais.

Higienizar bem as mãos com água e sabão e usar álcool em gel são medidas que devem ser intensificadas, não só pela varíola dos macacos, mas também pela Covid.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.