Rússia diz que a idéia do Ocidente de fornecer armas nucleares para Ucrânia “provocaria uma guerra nuclear no centro da Europa”

Compartilhe

A ideia de fornecer armas nucleares para a Ucrânia em meio ao conflito em curso entre Kiev e Moscou equivale a provocar um “conflito nuclear no centro da Europa” e é absolutamente insana, disse o presidente da Duma russa, Vyacheslav Volodin, neste domingo.

O funcionário respondeu às observações feitas por Radoslaw Sikorski, deputado polonês e ex-ministro das Relações Exteriores, que disse que o Ocidente estava no seu “direito” de fazê-lo.

“Com tais parlamentares, os europeus terão problemas muito mais sérios do que os que já enfrentam hoje – refugiados, inflação recorde, crise de energia”, disse Volodin em um post nas redes sociais.

Sikorski está instigando um conflito nuclear no centro da Europa. Ele não pensa no futuro da Ucrânia ou da Polônia. Se suas propostas se concretizarem, esses países desaparecerão, junto com toda a Europa.

Volodin também questionou a saúde mental do veterano diplomata polonês, sugerindo que este deve ser examinado por um psiquiatra”, renunciar ao seu mandato de eurodeputado e ficar em casa “sob supervisão” a partir de agora. “Precisamente por causa de pessoas como Sikorsky, é necessário não apenas libertar a Ucrânia da ideologia nazista, mas também desmilitarizá-la, garantindo o status não nuclear do país”, acrescentou o funcionário.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.