Rússia diz que destruiu armas entregues por EUA e União Europeia à Ucrânia

Compartilhe

As forças russas destruíram um terminal logístico em Odessa que continha um grande lote de armas estrangeiras, disse Moscou neste sábado em meio à ofensiva militar em andamento na Ucrânia. No entanto, as autoridades da cidade alegaram que seu grupo de defesa aérea destruiu dois mísseis, mas que outros quatro atingiram um alvo militar e edifícios residenciais, causando vítimas.

 Não ficou imediatamente claro se os edifícios civis foram atingidos como resultado das tentativas das forças ucranianas de derrubar os mísseis inicialmente direcionados a um alvo militar.

De acordo com o porta-voz militar russo major-general Igor Konashenkov, à tarde, “ mísseis de alta precisão de longo alcance lançados do ar ” atingiram um terminal logístico localizado em um aeródromo militar perto de Odessa, onde “ um grande lote de armas estrangeiras recebidas dos Estados Unidos Estados e países europeus foi armazenado .”

A Rússia advertiu repetidamente a OTAN contra o envio de armas para a Ucrânia e declarou que consideraria os comboios de armas como alvos militares legítimos.

Os serviços de emergência regionais de Odessa disseram anteriormente que “ como resultado de um bombardeio inimigo ”, um prédio residencial de dezesseis andares pegou fogo, que foi apagado em cerca de duas horas e meia.

De acordo com o porta-voz militar russo major-general Igor Konashenkov, à tarde, “ mísseis de alta precisão de longo alcance lançados do ar ” atingiram um terminal logístico localizado em um aeródromo militar perto de Odessa, onde “ um grande lote de armas estrangeiras recebidas dos Estados Unidos Estados e países europeus foi armazenado .”

A Rússia advertiu repetidamente a OTAN contra o envio de armas para a Ucrânia e declarou que consideraria os comboios de armas como alvos militares legítimos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.