Sergio Moro desiste de ser candidato a presidência para ingressar no União Brasil

Compartilhe

O ex-juiz Sergio Moro, que também foi ministro da Justiça durante o governo do presidente Jair Bolsonaro, anunciou nesta quinta-feira que estava renunciando à sua “candidatura presidencial” para ingressar no recém-criado partido de direita União Brasil.

“Para ingressar no novo partido, renuncio neste momento à candidatura presidencial e serei um soldado da democracia para recuperar o sonho de um Brasil melhor”, disse Moro em sua conta no Twitter.

Moro , que foi peça-chave na prisão do esquerdista Luiz Inácio Lula da Silva considerou que “o Brasil precisa de uma alternativa que liberte o país dos extremos, da instabilidade e da radicalização”. 

Segundo o ex-magistrado, sua decisão visa ” facilitar as negociações das forças políticas com um centro democrático em busca de uma única candidatura presidencial”.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.