Superlua dos cervos a maior do ano iluminará o céu nesta quarta-feira; confira como observar

Compartilhe

Uma superlua cheia conhecida como ‘Deer Moon’ ou ‘Thunder Moon’ iluminará o céu do nosso planeta nesta quarta-feira, com pico às 18:37 GMT.

Os aficionados por astronomia devem olhar para o sudeste após o pôr do sol para ver como ele nasce no céu.

Superluas são definidas como qualquer lua cheia localizada a uma distância de pelo menos 90% do perigeu, ou seja, o ponto onde a lua está mais próxima da Terra. A ‘Stag Moon’ orbitará mais perto do nosso planeta do que qualquer outra lua cheia este ano – estará a 357.418 quilômetros da Terra – tornando-se a maior e mais brilhante superlua de 2022.

Como ver a superlua completa?

Como as luas cheias dominam o céu noturno e escondem objetos mais fracos, é um bom momento para focar os esforços de observação usando seus próprios olhos, binóculos ou um telescópio para examinar as características lunares.

A olho nu, nesta quarta-feira podem ser vistas as terras altas e baixas da superfície lunar, que podem assumir certas formas com significados culturais. Com binóculos ou telescópio, você pode ver detalhes das crateras, montanhas, cumes e outras formações. 

Uma sugestão em todo o Brasil é fazer a observação logo após a Lua surgir, aproximadamente às 17h45, e tentar um local com horizontes mais amplos.

“Para que você tenha elementos para comparar o tamanho, como uma árvore, um prédio, uma montanha. Envolve um fenômeno de ilusão de ótica”, diz o astrofísico. Nosso cérebro percebe a Lua desta forma quando o satélite é observado nessas condições.

O nome Lua dos Cervos está relacionado à época em que a galhada desses animais volta a crescer e faz parte da tradição da tribo indígena Algonquin, do nordeste do Canadá.

Por outro lado, nosso satélite natural também pode ser observado em uma transmissão ao vivo às 19:00 GMT através do  site do  Virtual Telescope Project .

Qual o nome disso?

De acordo com várias tradições nativas americanas, julho é geralmente o mês em que os novos chifres de um cervo emergem de suas testas com uma camada de pelo aveludado, daí um dos nomes para esta superlua. Enquanto isso, o nome ‘Thunder Moon’ é devido às frequentes tempestades elétricas que ocorrem durante este mês quente e seco do verão boreal.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.