Tempestade solar emergindo de um buraco no Sol atingirá a Terra nesta quarta-feira

Compartilhe

Os meteorologistas prevêem que os ventos solares de alta velocidade de um buraco na atmosfera do Sol colidirão com o campo magnético da Terra na quarta-feira, provocando uma pequena tempestade geomagnética G-1 , relata a Live Science .

Estes buracos, que são encontrados na coroa solar (a camada externa da parte gasosa), têm um plasma mais frio e menos denso. Aqui, as linhas do campo magnético da estrela, em vez de se voltarem contra si mesmas, projetam-se para o espaço, permitindo que o material solar seja ejetado em uma torrente que atinge velocidades de até 2,9 milhões de quilômetros por hora.

Especialistas do Centro de Previsão do Clima Espacial da Administração Nacional Oceânica e Atmosférica chegaram a essas conclusões depois de observar que “o material gasoso está fluindo de um buraco no sul da atmosfera solar”, relata o Futurism citando o Clima Espacial.

A tempestade pode criar auroras nos céus do Canadá e partes dos EUA, particularmente no Alasca, Michigan e Maine. Além disso, pode causar pequenas flutuações nas redes elétricas e afetar algumas funções dos satélites, incluindo as de dispositivos móveis e sistemas GPS, detalha LiveScience.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.