Temporal deixa 14 mortos no estado do Rio de Janeiro

Compartilhe

Pelo menos 14 pessoas morreram, incluindo duas crianças entre 4 e 13 anos, e outras 9 continuam desaparecidas devido a uma tempestade que atingiu o estado do Rio de Janeiro no início deste sábado, confirmaram os bombeiros . As mortes ocorreram em Mesquita, na Baixada Fluminense, e nas cidades litorâneas de Angra dos Reis e Paraty, em meio a fortes chuvas e deslizamentos de terra.

Angra dos Reis é uma das cidades mais afetadas. Nas últimas 48 horas, o município registrou chuvas recordes: quase 700 milímetros no continente e 600 milímetros na Ilha Grande. Pelo menos 13 pessoas tiveram que deixar suas casas para se refugiar em abrigos fornecidos pela Câmara Municipal.

Previsão do tempo:

O Rio de Janeiro voltou a registrar pontos de chuva na noite deste sábado (2) em diversas regiões já afetadas pelo mau tempo.

Segundo a Climatempo, por volta das 18h a chuva começou a intensificar na Zona Oeste do Rio, Baixada Fluminense e Costa Verde. Durante a tarde de sábado, a Região Serrana também teve pontos de chuva.

Paraty registrou quase 30 mm de chuva em uma hora e Magé, 43 mm no mesmo período.

Ainda de acordo com a Climatempo, áreas de instabilidade associadas à recente passagem de uma frente fria, mantém o tempo carregado no Grande Rio, na Costa Verde e Região Serrana.

A tendência para a noite do sábado e madrugada e manhã do domingo (3) ainda é de chuva persistente, moderada a forte, em todas as áreas do sul do Estado.

O risco de escorregamento de encostas segue bastante elevado devido aos volumes de chuva expressivos. No domingo (3), as condições são de alerta máximo para temporais na Costa Verde.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.