Terremoto de 6,8 graus na Argentina, tremor é sentido em MG, e balança prédios em SP

Compartilhe

Um terremoto de magnitude 6,8 na escala Richter sacudiu a província argentina de Jujuy, no extremo noroeste da Argentina, bem como várias regiões do vizinho Chile, Paraguai, Peru, Bolívia e Brasil na noite desta terça-feira (10/05) sem relatos de danos ou vítimas.

Conforme relatado pelo Instituto Nacional de Prevenção Sísmica (INPRES) da Argentina, o movimento teve uma magnitude de 6,4, mas foi imediatamente revisado para 6,8.

O terremoto foi registrado às 20h06, hora local (23h06 GMT), com epicentro localizado a 177 quilômetros a oeste da cidade de San Salvador de Jujuy, capital da província de Jujuy (fronteira com Chile e Bolívia).

O terremoto, que teve uma profundidade de 193 quilômetros, teve seu epicentro 32 quilômetros ao norte da pequena cidade de Catúa, em Jujuy, na região de Puna, e 36 quilômetros a sudoeste da cidade de Susques, na mesma região, e muito próximo ao fronteira com o Chile.

Por sua vez, o Centro Sismológico Nacional do Chile, colocou a magnitude do movimento telúrico em 6,8 e localizou seu epicentro a 70 quilômetros a leste de Socaire, região de Antofagasta.

O jornal local La Tercera disse que o Serviço Hidrográfico e Oceanográfico da Marinha (Shoa) estabeleceu que “as características do terremoto não reúnem as condições necessárias para gerar um tsunami na costa do Chile”.

TERREMOTO NA ARGENTINA TAMBÉM FOI SENTIDO NO BRASIL

Segundo o Serviço Geológico dos Estados Unidos (USGS), o tremor foi sentido mesmo no Brasil em Indaiatuba (SP) e São Paulo (SP).

Internautas brasileiros relataram, em postagens nas redes sociais, terem sentido pequenos tremores em diversos bairros da capital paulista.

O Centro de Sismologia da Universidade de São Paulo (USP) também recebeu reportes de tremores no interior, na Grande São Paulo.

Um morador de Osasco, na Grande São Paulo, afirmou que sentiu o prédio balançar. “Eu moro em Osasco no 13° andar de um prédio, e nosso prédio balançou bastante”, afirmou, em uma rede social.

Moradores do Centro da capital e no interior do estado também disseram ter sentido o tremor por volta de 20h. “Acabei de sentir um tremor, balançou um apartamento em Indaiatuba”, afirmou outro internauta, no Twitter.

O Corpo de Bombeiros informou que não recebeu nenhum chamado para esse tipo de ocorrência.

O abalo também foi sentido em Minas Gerais. São vários relatos de moradores de Uberlândia que sentiram so prédios balançarem no começo da noite de terça. No bairro Santa Mônica moradores correram para a rua assustados com a oscilação do edifício, e acionaram a defesa civil.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.