Testes de farmácia para Covid-19 é maior em 4 meses, diz Abrafarna

Compartilhe

O número de testes positivos para Covid-19 feitos na farmácias do Brasil aumentou entre os dias 30 de maio e 5 de junho e já chegou a quase 40% de todos resultados do mês de maio, segundo dados da Associação Brasileira de Redes de Farmácias e Drogarias (Abrafarma).

Além disso, a taxa de positividade, ou seja, o percentual de testes que diagnosticou a presença do coronavírus, aumentou no período. A taxa na semana de 30 de maio a 5 de junho foi de 27,54%, contra 24,78% do mês de maio. É o maior índice de positividade em 16 semanas, segundo a associação.

O indicador está em alta nos últimos dias. Em abril, esse índice era de apenas 12%. Apesar do crescimento, o índice atual ainda é inferior ao de janeiro deste ano, quando a média foi de 39% dos testes com resultados positivos.

Para o presidente da associação das farmácias, os dados expõem a demanda por mais medidas de proteção contra a Covid-19.

“Em uma semana, tivemos quase 40% do total de casos registrados em maio, o que impõe a necessidade de mais medidas de proteção e mais velocidade na aplicação das vacinas de reforço”, disse Sérgio Mena Barreto, CEO da Abrafarma.

Em São Paulo, o número de novas internações por Covid-19 no estado de São Paulo aumentou 60% nas últimas duas semanas, segundo dados da Secretaria da Saúde.

Apesar do crescimento, a média móvel atual ainda é muito inferior à verificada no pico da pandemia, em março de 2021, e também no ápice deste ano, verificado no final de janeiro.

No final do mês passado, o comitê de saúde do governo de SP voltou a recomendar uso de máscara em locais fechados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.