Tigre morre após contrair Coronavírus em zoológico de Ohio nos EUA

Compartilhe

Um tigre de 14 anos em um zoológico de Ohio morreu de complicações da covid-19, disseram autoridades na quarta-feira.

O tigre, chamado Júpiter, morreu no domingo no Columbus Zoo and Aquarium após desenvolver pneumonia por covid-19, a doença causada pelo coronavírus, disseram autoridades. Ele estava sendo tratado por problemas crônicos de saúde subjacentes, o que o tornou mais suscetível ao vírus, de acordo com um comunicado do zoológico.

Júpiter – o primeiro animal do zoológico a morrer de covid-19 – estava a apenas algumas semanas de completar 15 anos. Na natureza, os tigres de Amur, como Júpiter, normalmente vivem de 10 a 15 anos , mas podem viver até 20 anos em cativeiro.

A equipe de cuidados de Júpiter notou em 22 de junho que o tigre havia perdido o apetite e não parecia querer se movimentar ou interagir com seus tratadores.

Funcionários do zoológico disseram que Júpiter foi anestesiado para um exame, que sugeriu uma infecção, e o tratamento foi iniciado. “Infelizmente, Júpiter não melhorou com este tratamento e permaneceu relutante em se mover e comer”, disseram as autoridades.

Embora parecesse estável, ele morreu nas primeiras horas da manhã de domingo.

Sarah Hamer, epidemiologista veterinária da Texas A&M University, disse ao The Washington Post que os diagnósticos de coronavírus entre animais são raros, em parte porque raramente são feitos testes em animais.

No entanto, houve relatos anedóticos de animais de zoológico testando positivo para o vírus . Em outubro, um leão no Zoológico Nacional quase morreu após contrair covid-19, e um no Zoológico de Honolulu morreu. No mês seguinte, três leopardos da neve em um zoológico de Nebraska morreram de complicações da covid-19.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.