Universidade de Wuhan na China encontra caso de cólera, provocando temores de disseminação

Compartilhe

Um caso de cólera foi registrado na Universidade de Wuhan, na província chinesa de Hubei, informa  a agência Xinhua, citando autoridades de saúde locais.

O Global Times  detalha  que a infecção foi detectada no último sábado em um estudante de pós-graduação que  sofria de vômitos, diarréia e febre . Os testes mostraram que ele foi positivo para O139, um tipo de bactéria que causa a cólera, mas o gene de virulência foi negativo.

O paciente foi isolado, seus sintomas desapareceram após tratamento eficaz e  nenhum outro caso foi registrado .

No entanto, após a detecção da doença, as autoridades de saúde ordenaram o rastreamento de todo o pessoal que trabalhou com o paciente, bem como o fechamento temporário, revisão e desinfecção de todas as áreas relacionadas ao caso.

Por sua vez, o vice-diretor do departamento de biologia de patógenos da Universidade de Wuhan, Yang Zhanqiu, afirmou que “não há necessidade de pânico”. Segundo suas palavras, a doença está sob controle no país desde 2000 e apenas casos esporádicos foram detectados nos últimos anos. Além disso, afirmou que é improvável que ocorram surtos, já que existem medicamentos eficazes.

  • Na China, a cólera pertence – junto com a peste – às doenças contagiosas do tipo A, consideradas as mais perigosas
  • Segundo dados da Comissão Nacional de Saúde da China, 5 casos foram registrados no país em 2021
  • Segundo a  Organização Mundial da Saúde , a cólera é uma infecção diarreica aguda transmitida por alimentos ou água contaminados com a bactéria Vibrio cholerae.
  • A maioria das pessoas infectadas apresenta sintomas leves ou moderados, enquanto algumas sofrem de diarreia aquosa aguda e desidratação grave. A doença pode causar a morte se não for tratada

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.