Várias companhias aéreas internacionais cancelam voos para os EUA por preocupações com 5G

Compartilhe

Uma série de companhias aéreas internacionais na terça-feira cortaram voos para os EUA e uma até suspendeu as viagens indefinidamente para algumas cidades americanas, citando preocupações com a implantação planejada do serviço 5G na quarta-feira.

As medidas ocorreram apesar da AT&T e da Verizon concordarem em limitar o serviço de banda C 5G em aeroportos selecionados depois que as companhias aéreas domésticas alertaram que isso levaria ao cancelamento de voos de passageiros e de carga.

A Emirates emitiu um alerta de que suspenderia voos para Boston, Chicago, Dallas, Houston, Miami, Newark, Orlando, São Francisco e Seattle até novo aviso a partir de quarta-feira “devido a preocupações operacionais” com o lançamento do 5G, dizendo que “clientes com passagens com destino final para qualquer um dos itens acima não serão aceitos no ponto de origem.”

A Japan Airlines disse que não voaria nenhuma aeronave Boeing 777 para os EUA devido à notificação da Boeing de que o serviço 5G para telefones celulares “pode ​​interferir no altímetro de ondas de rádio” instalado no modelo. A companhia aérea disse que cancelará todos os voos que não podem ser alterados para o uso de um Boeing 787.

A segunda maior companhia aérea do Japão, a All Nippon Airways, também cancelou alguns voos dos EUA na quarta-feira, enquanto apontava as preocupações com o 5G, assim como a Air India.

A Administração Federal de Aviação alertou que as aeronaves Boeing 787 podem enfrentar problemas de segurança onde o serviço 5G da Verizon e da AT&T for implantado, impactando mais de 135 aviões nos EUA e outros 1.010 em todo o mundo.

No mês passado, a Boeing e a Airbus pediram ao secretário de Transportes, Pete Buttigieg, que atrasasse o lançamento do 5G mais uma vez devido às preocupações, após vários atrasos anteriores na Verizon e na AT&T ao entrarem em operação com suas expansões 5G. Os gigantes das telecomunicações ganharam contratos de US$ 45,5 bilhões e US$ 23,41 bilhões, respectivamente, em 2021 da Comissão Federal de Comunicações em um leilão para desenvolver os serviços.

O amplo lançamento do 5G ainda está marcado para quarta-feira, mas as duas empresas concordaram na terça-feira em reduzir temporariamente seus serviços em alguns aeroportos após a reação.

A United Airlines alertou em comunicado na terça-feira que o lançamento do 5G nos aeroportos “resultará não apenas em centenas de milhares de cancelamentos e interrupções de voos para clientes em todo o setor em 2022, mas também na suspensão de voos de carga para esses locais, causando uma onda negativa. -efeito em uma cadeia de suprimentos já frágil.”

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.