Alemanha expulsará 40 diplomatas russos após ‘brutalidade inacreditável’ em Bucha

Compartilhe

A Alemanha está expulsando 40 diplomatas russos em resposta aos assassinatos em Bucha e diz que novas medidas com parceiros estão sendo preparadas.

A ministra das Relações Exteriores, Annalena Baerbock, disse hoje que as imagens recebidas da cidade ucraniana após a retirada das tropas russas “mostram uma intenção de destruição que ultrapassa todas as fronteiras”.

Baerbock diz que as imagens de Bucha também revelam a “incrível brutalidade da liderança russa e daqueles que seguem sua propaganda”.

O alto diplomata alemão diz: “Devemos temer imagens semelhantes de muitos outros lugares ocupados por tropas russas na Ucrânia” e que “devemos combater essa desumanidade com a força de nossa liberdade e nossa humanidade”.

Ela acrescenta que “também deve ficar claro que devemos defender nossa liberdade e estar preparados para defendê-la”.

Ela diz que os diplomatas russos expulsos “trabalharam aqui na Alemanha todos os dias contra nossa liberdade, contra a coesão de nossa sociedade” e que seu trabalho é “uma ameaça para aqueles que buscam proteção conosco”.

Baerbock diz que disse ao embaixador russo: “Não vamos tolerar mais isso”.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.