Alexandre de Moraes dá 48 horas para defesa se manifestar sobre indulto a Daniel Silveira

Compartilhe

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Alexandre de Moraes estipulou o prazo de 48 horas para que a defesa do deputado Daniel Silveira (PTB) forneça informações sobre o descumprimento de medidas cautelares impostas pelo Supremo, como irregularidades na tornozeleira eletrônica, presença em eventos e concessão de entrevistas. 

O ministro também determinou que seja anexada a ação penal sobre a graça presidencial concedida ao parlamentar que foi condenado. 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.