Bolsonaro promete ir à Justiça contra Petrobras para reduzir preços dos combustíveis

Compartilhe

O presidente Jair Bolsonaro afirmou nesta quinta-feira (12) que irá recorrer à Justiça para tentar reduzir os preços dos combustíveis pela Petrobras. A alta nos preços do diesel e da gasolina é uma das maiores preocupações política do governo neste momento. Teme-se que a inflação elevada prejudique a popularidade do presidente neste ano eleitoral.

Bolsonaro, no entanto, não detalhou como seria esse processo e nem quais argumentos seriam usados na ação. A Petrobras reajustou em 8,87% o preço médio de venda do diesel no começo desta semana.

“Esperamos aqui redução de preço. Vamos ter que recorrer à Justiça. Sabemos que quando eu recorro é quase impossível eu ganhar, isso quando se coloca em votação”, afirmou Bolsonaro na live semanal, em algo que pode ser entendida como uma crítica indireta á Justiça ou ao Supremo Tribunal Federal (STF).

Bolsonaro afirmou que “está fazendo o possível” para fazer a Petrobras “entender qual é o seu papel social”. Ele comentou sobre a demissão do ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque, e disse que espera “fazer mudanças de pessoas” para buscar a redução do preço.

“Estamos fazendo o possível, sem interferência, para fazer a Petrobras entender qual é o seu papel. Entender como? Fazendo mudanças. Como nós fizemos aqui no Ministério de Minas e Energia”, disse, completando: “A gente espera fazer mudanças de pessoas, a gente pode fazer, buscar melhorar, diminuir o preço do combustível no Brasil.”

Bolsonaro reafirmou que a saída de Bento Albuquerque foi a pedido e cita um problema na Petrobras que fez com que o ex-ministro assinasse a demissão.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.