Brasil tem 47 casos suspeitos de hepatite ‘misteriosa’ em crianças, diz Saúde

Compartilhe

O Brasil tem 47 casos em investigação por suspeita de hepatite infantil de causa desconhecida. Há pouco mais de uma semana, eram 28 suspeitas registradas. Agora, o Ministério da Saúde já recebeu um total de 58 notificações de 11 estados. Onze casos foram descartados.

Até quarta-feira (18), eram 14 casos em análise em São Paulo, oito em Minas Gerais, cinco no Rio Grande do Sul, quatro no Rio de Janeiro, quatro em Pernambuco, três em Mato Grosso do Sul, três em Santa Catarina, dois no Paraná, dois no Espírito Santo, um no Maranhão e um em Goiás.

A OMS (Organização Mundial da Saúde) contabiliza 429 casos e seis mortes causadas pela doença.

Segundo a instituição, eram 80 relatos em 15 de abril de 2022. Na terça-feira (17), o número ficou quatro vezes maior. O primeiro alerta ocorreu a pouco mais de um mês, no Reino Unido. 

O surto atual de hepatite é diferente de todos os registros médicos anteriores. Os exames não encontraram nenhum dos fatores clássicos da doença, que é uma inflamação no fígado, e a origem dos episódios ainda não foi definida. 

Também chama a atenção dos especialistas os relatos serem só de crianças e adolescentes até 16 anos. Os jovens são acometidos de casos graves, o que é incomum. 

“Os casos seguem em investigação. Os centros de informações estratégicas de Vigilância em Saúde e a Rede Nacional de Vigilância Hospitalar monitoram qualquer alteração do perfil epidemiológico, bem como casos suspeitos da doença”, destaca o Ministério da Saúde em comunicado.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.