Irã inicia centrífugas avançadas na fábrica de Fordo, diz relatório

Compartilhe

Novas unidades permitem que os iranianos alternem entre os níveis de pureza do urânio com mais facilidade, dizem documentos obtidos pela mídia estrangeira, enquanto as negociações para restaurar o acordo de 2015 permanecem travadas

O Irã começou a usar centrífugas avançadas para enriquecer urânio nas instalações subterrâneas de Fordo, de acordo com um relatório da Agência Internacional de Energia Atômica obtido pela mídia internacional no sábado.

As novas máquinas mencionadas no documento confidencial obtido pela Reuters têm sido objeto de preocupação entre os estados ocidentais, pois facilitam a transição dos iranianos entre os níveis de enriquecimento.

O Irã disse à AIEA que planeja atingir apenas 20% de enriquecimento com as centrífugas atualizadas, abaixo dos 90% necessários para uma arma nuclear.

Os EUA acusaram o Irã na última semana de fazer exigências na mesa de negociações que eram “ totalmente não relacionadas ” ao seu programa nuclear, uma alegação que foi negada  por Teerã.

As diferenças entre Teerã e Washington incluem notavelmente a exigência do Irã de que sua Guarda Revolucionária Islâmica seja removida da lista de terroristas dos EUA.

“Não temos nenhuma exigência que vá além do acordo nuclear – ao contrário de certas alegações do partido americano na mídia”, disse o ministro das Relações Exteriores do Irã, Hossein Amir-Abdollahian, a repórteres em Teerã.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.