Onda de calor na Espanha deixa 360 mortos

Compartilhe

O número de mortos pela onda de calor na Espanha aumenta para 360, informou o Instituto de Saúde Carlos III, vinculado ao Ministério da Saúde, citado  pela mídia local.

Os dados fornecidos corresponderiam ao período de 10 a 15 de julho. O pico máximo de óbitos ocorreu nesta sexta-feira, com 123 óbitos.

Desidratação, descompensação ou doenças crônicas são alguns dos fatores que podem agravar repentinamente o estado de saúde das pessoas em clima quente e causar a morte.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.