Paes xinga Light, após empresa cortar luz de 66 prédios da prefeitura do Rio

Compartilhe

A Light cortou nesta quinta-feira (14) a luz de 66 prédios da Prefeitura do Rio. A distribuidora de energia alega uma dívida do município de R$ 261 milhões. Um dos pontos atingidos é o Parque Olímpico, na Barra, o que levou a Secretaria de Saúde a suspender a vacinação drive-thru no local.

Tão logo a reportagem foi exibida no Bom Dia Rio desta sexta-feira (15), o prefeito Eduardo Paes (PSD) foi às redes sociais:

“A Light é uma empresa vagabunda. Passaram anos aliviando a barra do governo anterior. Agora querem receber na base do lobby e da chantagem. Eles terão as mesmas condições de recebimento de todos os fornecedores que têm crédito conosco! Não adianta nem forçar! Não passarão”, escreveu.

“A vagabundagem da Light mata! Irresponsáveis!”, emendou, citando o drive-thru suspenso.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *