Rússia anuncia que Kamala Harris, e Zuckerberg estão proibidos de entrarem em Moscou

Compartilhe

A Rússia expandiu na quinta-feira sua “lista de paradas” proibindo mais 29 autoridades e figuras americanas de entrar na Rússia por tempo indeterminado, incluindo a vice-presidente dos EUA, Kamala Harris, e o CEO da Meta, Mark Zuckerberg. 

O Ministério das Relações Exteriores da Rússia disse em um comunicado que a lista foi publicada “em resposta às sanções anti-russas em constante expansão” e inclui indivíduos americanos dos “principais líderes, empresários, especialistas e jornalistas que formam a agenda russofóbica”. 

O secretário de imprensa do Pentágono, John Kirby, o CEO do LinkedIn, Ryan Roslansky, o apresentador de TV da ABC, George Stephanopoulos, e o chefe do Bank of America, Brian Moynihan, também foram adicionados à lista. 

 “Em um futuro próximo, um novo anúncio será feito sobre o próximo reabastecimento da lista de paradas russas”, disse o comunicado.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.