Tremor de terra incomum seguido de forte estrondo foi registrado no Sertão do Pernambuco

Compartilhe

Moradores da zona rural de Petrolina e de Lagoa Grande, no Sertão de Pernambuco, tiverem uma experiência incomum na quinta-feira (21). Um tremor de terra, associado a um estrondo forte foi sentido durante a manhã.

De acordo com a defesa civil de Petrolina, foi feito contato com o Laboratório de Sismologia da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) para ter informações sobre a possibilidade de registro de abalo sísmico na comunidade. Após análise dos dados da Estação Sismográfica, foi verificado o registro de um tremor de terra de magnitude preliminar calculada em 2.5 mR, no município de Lagoa Grande, e atingindo o Distrito de Cristália.

Professor titular do departamento de Geofísica da UFRN e coordenador do Laboratório Sismológico da mesma universidade, Aderson Farias do Nascimento explica a possível causa do tremor.

“Apesar de o Brasil ficar no interior de uma placa tectônica, existem falhas que são ativas, falhas geológicas que são ativas. Por tanto, não é raro que aqui no Nordeste, de vez em quando, a gente escute, sinta, eventos sísmicos de magnitude”, explica o professor.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.